/ Cases

Animar Estúdio multiplica seu investimento em 15 vezes com o Ramper

Sabe aquele sonho de infância que sem pretensão vira negócio? Essa é a história do André Pádua, CEO e fundador da Animar Estúdio. Entre linhas e cores, há 15 anos, André e o amigo Tiago Saad começaram a fazer freelas de animação e, pouco tempo depois, isso se transformou em um negócio de gente grande - assim, nascia a Animar Estúdio.

O estúdio de animação, sediado em Campinas/SP, surgiu não só para criar animações para clientes, mas também para dar vida e cor à própria imaginação dos sócios que iniciaram seus próprios projetos com total liberdade. Apesar da empresa operar com equipe enxuta, o portfólio da Animar Estúdio é grande: Tramontina, Unilever, Wizard, McDonald's e Galinha Pintadinha - que aliás, é um dos maiores clientes de conteúdo do estúdio.

As estratégias para gerar mais leads

Conforme a empresa foi ganhando corpo e demandando mais atenção em marketing e vendas, André aposentou o lápis e tomou a frente da geração de demanda. Isso o direcionou a estudar bastante sobre estratégias de marketing digital e assuntos relacionados para alavancar o crescimento do estúdio.

Dedicado nessas funções, André estruturou o blog do estúdio e deu start na automação em funis de inbound marketing. Embora tenha surtido efeito, André destaca dois fatores que o fizeram olhar para outras estratégias complementares ao inbound:

Qualidade - os leads que chegavam via inbound, na maioria dos casos, eram estudantes querendo especular ou empresas sem fit para a contratação. No fim das contas, André acabava dedicando um tempo valioso com contatos sem perspectiva futura;

Ciclo de venda - uma vez que o ciclo de venda de um projeto de animação é relativamente extenso, André precisava "girar a roda" mais rápido e gerar mais leads em menos tempo para aumentar seu pipeline.

"Um carro, por exemplo, é um produto que todo mundo tem uma ideia do valor das peças que compõem o 'todo'. No caso do meu produto (animação 2D), trata-se de um valor intangível", explica André. "Isso torna a prospecção e a venda mais complexas, levando de 6 meses a 1 ano para fechar um negócio", conclui.

A hora de prospectar

Mesmo sabendo que era necessário prospectar, André se recusou a fazer cold calls. "Eu não acho que é positivo você ligar pra alguém que nem te conhece para vender alguma coisa e não queria que a minha empresa fosse vista dessa forma", afirma ele. Depois de um tempo, quando leu o livro Receita Previsível, do Aaron Ross, teve certeza de sua convicção.

Pouco tempo depois, André participou de um webinar promovido pela Ramper, onde conheceu a empresa e a plataforma de prospecção digital. Durante o processo de contratação do Ramper, tirou suas dúvidas e atestou que a plataforma era o que a Animar Estúdio precisava: prospectar de forma inteligente, sem precisar contar com a sorte na hora de pegar o telefone e tomar um monte de "não".

Logo nos primeiros meses de uso do Ramper, André relembra as ótimas taxas de resposta que obteve. "Tenho sempre muita preocupação em otimizar e, constantemente, estamos olhando as cadências e acertando detalhes - isso ajuda demais", orienta ele. Nesse período, mais um colaborador foi orientado para trabalhar dentro do Ramper, pois a rotina do André ficou dividida entre otimizar as campanhas de prospecção e atender ao crescente pipeline.

Hoje, com pouco mais de 1 ano de utilização do Ramper, a Animar Estúdio já comemora excelentes negócios fechados. "Dá pra dizer que a receita que o Ramper nos trouxe em um ano é 15 vezes maior do que o que investimos na plataforma nesse tempo", faz as contas. Nós fomos aferir os números e não é força de linguagem - em um ano, a receita obtida representa 1.600% do valor investido!

Perspectiva futura

Para a Animar Estúdio, o Ramper tornou-se um dos principais geradores de negócios. "Nossas principais fontes de novos negócios são, além do Ramper, a referência da Galinha Pintadinha e o marketing de conteúdo", explica André. Ele ainda avalia que, como cada uma dessas fontes apresenta resultados em volume e com ciclos de vendas diferentes, funcionam muito bem em conjunto e não pensa em abrir mão de nenhuma delas.

Fortalecer o crescimento no cenário B2B e potencializar a receita com royalties são os grandes objetivos da empresa para o ano de 2020. "Nessa estratégia de aumentarmos o faturamento com royalties, o Ramper certamente será muito explorado", revela André, que ainda comemora: "E o melhor - tudo isso sem precisar fazer cold call".


Você quer escalar o seu negócio, captar leads com eficiência e aumentar o seu faturamento de forma sustentável, previsível e inteligente? Conheça melhor a nossa plataforma de prospecção B2B a e veja como ela pode te ajudar. Solicite uma demonstração aqui.

Ramp Up Tour