/ Hipercrescimento

HIPERCRESCIMENTO #14 Só para startups

Empresas de tecnologia, geralmente têm medo de montar uma equipe de serviços profissionais com o argumento de que não seria escalável. Mas pare para pensar: não dá para escalar o que ainda não está funcionando.

Se você está fazendo o SaaS pela primeira ou segunda vez, a ideia de cobrar por serviços pode parecer errônea. Mas o grande problema é que a maioria dos contratos de seis dígitos praticamente incluem um componente de serviços. Por sua vez, os serviços vão compor, em média, 15% a 20% do valor anual do contrato.

Se você não cobrar, jogará dinheiro fora, pois terá de fazer o trabalho de qualquer forma.
A receita adicional por serviços é “considerada” como receita recorrente se for inferior a mais ou menos 25% de suas receitas. Não considere literalmente como receita recorrente, mas o mercado financeiro e os investidores de riscos, empresas adquirentes e demais vão considerar sua empresa como sendo 100% de SaaS se menos de 25% de suas receitas não forem recorrentes.

Três fatores para levantar fundos a fim de ganhar escala: excelentes empreendedores, fatores econômicos acima da média e um mercado interessante.

FATORES QUE PODEM ATRAIR INVESTIDORES

Use uma matriz do tipo 2x2: tração e equipe. Muitos empreendedores cometem o erro de não perceber que nenhuma equipe ou nenhuma tração equivalem a nenhuma verificação. Geralmente eles acreditam que podem levantar fundos tendo só um ou outro.

Se você ainda não tiver clientes SaaS, não peça investimento para os investidores de risco ou investidores anjos, pois eles não vão abrir a carteira para você.
A prova social seja na equipe ou um plano para conseguir investimento.

Se a ideia é crescer sem um financiamento, comece focando em pequenas transações e vá subindo para o nível de grandes corporações - a fatia mais lucrativa do SaaS.