/ Guest Post

Taxa de conversão no funil de vendas

Todos os negócios precisam de faturamento e, por isso, o setor de vendas é muito importante dentro de uma organização. Cada processo de venda é um “organismo vivo” que depende de inúmeros fatores e particularidades, como os produtos, clientes e modelo comercial - e, para ter sucesso, é preciso acompanhar algumas métricas. Uma delas, já adiantando, é a taxa de conversão. Pensando nisso, vamos falar sobre como otimizar essa taxa no funil de vendas.

Entenda o funil de vendas

Funil de vendas é um modelo estratégico pelo qual você consegue acompanhar toda a jornada do consumidor conforme os estágios que são definidos desde o início do primeiro contato até o fechamento da venda.

Esse processo é conhecido pelas fases a seguir:

Topo do funil: geração de tráfego e leads (aprendizado e descoberta);

Meio do funil: preparando os leads para a compra (reconhecimento do problema e a consideração da solução);

Fundo do funil: vendas e retenção (decisão de compra).

Com base nos resultados das ações que você deseja que o consumidor realize, a conversão é contabilizada. Assim, você consegue identificar os possíveis gargalos em cada etapa a fim de resolvê-los e potencializar o que está dando certo.

O que é taxa de conversão?

De forma geral,a taxa de conversão representa o percentual que foi convertido de uma etapa para outra na jornada de compra do cliente, podendo ser calculada com base em leads, oportunidades ou mesmo vendas.

Por exemplo: imagine um cenário onde você teve 50.000 visitantes em um e-commerce e, destes, 1.000 realizam uma compra. Nesse caso, você obteve uma taxa de conversão de 2%. O cálculo é simples:

Taxa de Conversão = Compras Visitantes 100
Taxa de Conversão = 1.000 50.000 100
Taxa de Conversão = 2% (ou 0,02)

Vale ressaltar que é possível calcular a taxa de conversão entre cada etapa e, da mesma forma, a taxa geral de conversão entre o início e fim da jornada. Observe a imagem abaixo:

KPIS-ramper
Veja outras KPIs.

Saiba como otimizar a taxa de conversão

Para otimizar sua taxa de conversão no funil de vendas é preciso se atentar a todos os estágios que envolvem seu processo de vendas, desde a atração até a concretização da venda.

Ao invés de só pensar em aumentar o volume, por exemplo, mais visitas ao site ou gerar mais leads; você pode pensar em como aumentar os acessos mais qualificados buscando o perfil desejado de cliente. Assim, as conversões tendem a ser maiores. Desta forma, você consegue faturar mais, aproveitando todo o potencial do seu negócio.

Confira, a seguir, algumas dicas para você otimizar suas taxas de conversão:

  • Foque na experiência do consumidor: tudo deve estar centrado em proporcionar a melhor experiência ao consumidor, desde um layout intuitivo, conteúdo personalizado, facilidade de compreensão e um atendimento de qualidade para que o usuário se sinta único.

  • Tenha um funil de vendas bem estruturado: é importante que você e sua equipe de vendas entendam o seu funil de vendas e saibam as taxas de conversões em cada uma das etapas (visitantes/leads; leads/oportunidades; oportunidades/clientes).

  • Mantenha sua equipe bem alinhada com sua meta: uma vez definidos seus objetivos, toda equipe deve focar seus esforços no atingimento da meta, sabendo o que é preciso para alcançá-la.

  • Experimente e teste: realize um processo contínuo de testes, análises e melhorias de forma acelerada para conseguir verificar os resultados e, quando necessário, corrigi-los o mais rápido possível. Lembre-se de utilizar técnicas de teste A/B para monitorar os seus resultados.

Conte com ferramentas certas: na hora de acelerar e escalar suas vendas, utilize um sistema que permita acompanhar a jornada de compra, desde softwares de outbound (como a Ramper) até sistemas de CRM e automação de marketing (como o Atendare).

A partir do momento que você tem seu funil de vendas estruturado e sabe qual sua taxa de conversão, é importante acompanhar periodicamente os resultados. Com certeza todos os esses esforços serão recompensados com lucros para o seu negócio.

Boas vendas!

Esse artigo foi escrito por Katiuscia Schröer - CEO do Atendare