/ Vendas

Dominando vendas pela internet

As vendas pela internet estão cada vez mais se consolidando para novos empreendedores ou para aqueles que querem migrar de negócios mais tradicionais para os digitais.

Menos burocracia, mais economia e o grande destaque é que você consegue vender 24 horas nos 7 dias da semana.

Antes de vender é preciso ter em mente que toda venda é realizada por conta de três pilares: autoridade, confiança e estratégias de vendas, sem abrir mão do planejamento financeiro, marketing e outras áreas que fortalecem o negócio e a realização de uma venda.

Abaixo, listo 10 itens fundamentais que você deve investir tempo para entender e dominar para ter sucesso com vendas pela internet:

Nicho

Ser abrangente não é a melhor estratégia de vendas, principalmente quando falamos sobre negócios B2B.

Trabalhar com nichos demonstra foco e otimiza o seu tempo em realizar estratégias, pois você se especializa e domina um mercado. Esse ponto ajuda bastante quando falamos sobre autoridade e confiança. Quanto mais conhecer o mercado onde atua, mais autoridade você terá e isso gera mais confiança quando se trata de vendas.

Afinal, só compra quem confia no que está sendo vendido.

Para encontrar o seu nicho você precisa definir o seu ICP - Perfil de Cliente Ideal. Recomendo a leitura do artigo ‘O que é e como definir o perfil de cliente ideal’ para entender melhor o conceito e principalmente auxiliá-lo na criação de um ICP.

Marketing Digital

Vendas pela internet devem ter ações de marketing digital sem desprezar o offline. Crie anúncios em redes sociais e Google AdWords. Invista em remarketing (seja insuportável nessa questão).

Tenha blog, desenvolva bons conteúdos, esteja presente nas redes sociais que fazem sentido a sua marca estar. E nas próximas linhas abro um adendo.

Na ânsia de ter uma presença digital ampla, algumas empresas criam contas em todas as redes sociais que surgem, sem ter uma estratégia, sem entender a finalidade e linguagem de cada uma e por fim, costumam não ter braço suficiente para produzir tantos conteúdos e o ritmo de publicações vão diminuindo até chegar ao abandono.

Você não precisa estar nas redes sociais que são “modinha”, a não ser que ela faça sentido para o seu negócio. E você só saberá se ela tem ou não sentido a partir do momento que estudá-la e checar se o seu público está lá. Se estiver, trace uma estratégia. Se não estiver, siga em frente e não perca tempo com mais uma rede social apenas para “marcar território”.

Site

O site é o seu cartão de visita. Portanto, invista recursos e tecnologia para ter um site bem ranqueado nos buscadores, que seja responsivo (se adapte a qualquer tela) e tenha uma boa usabilidade (uma navegação fluída e intuitiva).

Se o seu negócio é um e-commerce, escolha bem a plataforma. Atualmente as melhores open source no mercado são: Magento, PrestaShop, OsCommerce, VirtueMart, SpreeMart, ZenCat e Tomato Cart.

Se você é um SaaS, uma landing page faz mais sentido para a conversão. Nesse caso as melhores plataformas são: Instapage, Unbounce e Wordpress.

Nota: um bom site é aquele que atende a sua necessidade e se encaixa com o seu negócio.

Design

O menos é mais e isso vale para o design.

Faça um estudo de paletas de cores, família de fontes, layout, busque por referências de negócios similares ao seu e não tente fazer em sites gratuitos ou deixar o projeto nas mãos do sobrinho. Você precisa criar um visual profissional e autêntico e isso não acontecerá em plataformas gratuitas.

Aplicativo mobile

Nem todos os negócios que realizam vendas pela internet precisam de um aplicativo mobile. Um bom indicador para saber se há ou não necessidade de se ter um é a existência da recompra.

Com qual frequência os seus clientes voltam a comprar de você? O seu produto facilita o dia a dia do seu cliente?

Se você abrir o seu celular neste momento quais são os aplicativos que você possui?
Talvez além dos aplicativos de redes sociais, o restante, em sua maioria, são aplicativos de serviços como banco, mobilidade, delivery…

Levando em consideração essas questões, só faça uma aplicativo se realmente ele encaixa na necessidade do cliente.

Comunicação

A comunicação envolve não só a parte textual mas também toda a identidade visual da marca. Uma comunicação clara, fluída e que use a linguagem do seu público é essencial para obter sucesso em campanhas de mídia, conversão de leads e fechamento de negócios.

A comunicação é a ferramenta mais poderosa e gratuita que está a seu alcance, use com sabedoria.

Processo de vendas

Quem trabalha com vendas precisa de um processo muito bem definido para todas as áreas, principalmente quando há a passagem de bastão de uma área para a outra.

Se as suas vendas pela internet são referentes a um produto com recorrência, é obrigatório a leitura do livro Receita Previsível.

Considerado como a bíblia de vendas, o livro ensina a metodologia usada por Aaron Ross, que alavancou as vendas da Salesforce e hoje é replicado por diversas empresas, inclusive a Ramper.

Basicamente a metodologia ensina a criar uma máquina de vendas que em consequência crie uma receita recorrente e previsível. Para isto, existem três fatores-chave que são os alicerces para a viabilidade da metodologia:

  • geração previsível de leads: fundamental para criar uma receita previsível;
  • equipe de Desenvolvimento de Vendas: que seja a ponte entre marketing e vendas;
  • sistemas de vendas consistentes: sem consistência não há qualquer previsibilidade.

Vendas simples e vendas complexas

É importante você entender o que são vendas simples e vendas complexas, pois isso impacta diretamente no seu processo de vendas e na satisfação do cliente.

Vendas simples

Ir à loja em busca de uma camiseta, por exemplo, é uma venda simples. O cliente vai com interesse no produto e provavelmente quer conhecer as estampas e modelos que o lojista possui para decidir a compra. Esse tipo de venda pode ser feita em poucos minutos.

Vendas complexas

Nas vendas complexas geralmente o produto é mais difícil de compreensão e o seu preço é mais alto. A abordagem de vendas aqui segue um estilo mais consultivo para que o cliente em potencial consiga ver o quanto o seu produto ou serviço pode ajudar.
Diferente das vendas simples, as vendas complexas podem levar meses para que o cliente tenha certeza da eficiência do seu produto.

Para vendas complexas, o outbound marketing ainda é a melhor solução, pois o ciclo de vendas e ticket médio justificam o investimento em um time composto por Hunter, Closer e Farmer.

Meios de pagamentos

Quanto mais opções de pagamento o seu negócio disponibilizar, maiores são as chances na conversão de vendas. Porém, quanto mais opções mais burocracia e serviços atrelados são necessários para atender tantas formas de pagamento. Principalmente voltados a fraude.

Proposta de valor

Em vendas pela internet a proposta de valor é ainda mais importante do que em outros meios. Por isso antes de vender entregue uma proposta de valor clara ao seu cliente e aqui você deve se atentar a comunicação.

Não use uma linguagem muito rebuscada para explicar as funcionalidades do seu produto. Se ele é bom você conseguirá explicar o quão incrível ele é de uma maneira simples e atraente.

Vendas pela internet não tem segredo e sim estratégia e processos. Atente-se para estar um passo à frente da concorrência e atender com satisfação a necessidade do seu cliente.

Quer se aprofundar no assunto e dominar ainda mais vendas pela internet? Segue uma seleção de artigos que vão te ajudar: